Estamos nos preparando para os doze meses desse novo ano. Cada dia que passa, recebemos como presente do Criador o tempo. A diferença entre o que vamos colher nesse novo tempo está, basicamente, nas escolhas que fazemos, ligadas à habilidade em usarmos os recursos que temos. O nosso tempo é valioso demais para ser desperdiçado. O planejamento é o primeiro passo da habilidade de administrar esse recurso. Não ajudará em nada o recurso sem a habilidade para usá-lo. Pense num balde cheio de água sendo carregado por alguém com dificuldade de equilíbrio. Quanto de água terá ao final do trajeto?

Quando planejamos algo tentamos vislumbrar todas as possibilidades futuras: Os possíveis erros, riscos e acertos a serem alcançados.

Existem três passos básicos a serem pensados:

1° “Onde estou e/ou o que tenho”.
2° “Onde quero chegar”.
3° “O que preciso (passos práticos e ferramentas) para chegar onde quero e/ou como farei isso”.

Como planejar?

Um planejamento eficaz se faz tendo uma visão de passado, presente e futuro eficazes. O passado serve para mensurar o que deu certo e o que deu errado. O presente para encarar a realidade do que podemos fazer e o futuro para encararmos os desafios que nos levarão ao nosso objetivo em específico.

Planejar é a porta para fazermos mais, com menos, para canalizarmos poderes e nos desviarmos dos atrasos, potencializarmos tudo o que temos em mãos e não perdermos tempo. Através do planejamento, realizamos coisas que não imaginávamos que seriam possíveis, simplesmente porque não vislumbrávamos as suas reais possibilidades.

Exemplificando o planejamento com uma frase de Abraham Lincoln: “Se eu tivesse oito horas para cortar uma árvore, gastaria seis afiando meu machado.”

Dedicação ao planejamento de um projeto revela muito a respeito do nosso desejo em alcançá-lo. Afinal, “Se você não sabe onde quer ir, qualquer caminho serve.” (Lewis Carroll)

Planejar não é desperdício de tempo

O Criador planejou todas as coisas e após executá-las viu que o que havia feito era bom. Ele as planejou com um objetivo e em um tempo determinado. Quanto tempo ainda gastaremos por falta de objetividade (direção e disciplina)?

Planejar é abrir os olhos para o que se pode fazer e para o que se deve ser feito.
Não devemos desmerecer o esforço mental por meio do planejamento. Isso faz parte da sabedoria que Deus nos deu.

Se temos o desejo de aproveitarmos muito bem esse ano que se inicia, sem desperdiçarmos o recurso “tempo” que recebemos, planejar é algo vital.